Previsão do Novo Concurso do TRF-3 SP 2018


  

Seleção deverá ofertar vagas de nível médio e superior.

Está sendo preparado pelo Tribunal Regional Federal da 3ª região, o TRF 3ª, a divulgação de edital para o seu novo concurso público. O tribunal, que engloba os Estados de Mato Grosso do Sul e São Paulo, busca preencher o seu quadro de servidores, ainda, durante o segundo semestre de 2018.

O certame foi anunciado recentemente, durante a reunião com a diretoria do Sintrajud, o Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal do Estado de São Paulo, no final do mês de abril. Esse foi realizado pela coordenadora responsável pela Comissão de Acessibilidade e de Inclusão, a juíza Luciana Ortiz Tavares Costa Zanoni.

Conforme as informações que foram obtidas diretamente com o setor de seleção do órgão, todos os preparativos terão ainda o seu início, já que o mesmo ainda deverá constituir toda a sua comissão responsável. A previsão é de que isso ocorra muito em breve.

De acordo com Zanoni, o TRF 3ª deverá reservar um valor alto para o orçamento do novo certame. Esse deve chegar a até R$ 8 milhões, já que haverá toda uma estratégia de tratar o concurso como uma das maiores prioridades.

Déficit de Pessoas

Durante a realização da reunião, a juíza confirmou as informações sobre o déficit de pessoas para a realização das atribuições do Tribunal Regional. Para ela, a situação teria se agravado recentemente devido ao elevado número de aposentadorias, que foram provocadas devido às grandes preocupações dos próprios servidores em relação à Reforma da Previdência.

Além disso, outro dado agravante foi o congelamento dos orçamentos dos órgãos públicos por um período de 20 anos. Esse foi delineado e limitado pela Emenda Constitucional 95/2016.

Sendo assim, mesmo com a economia em diversas outras áreas, o órgão ainda não poderia realizar a nomeação de servidores, desde que em casos autorizados. Portanto, além de servidores, faltariam juízes para realizar o trabalho pendente.

Andamento de preparativos

Ao que tudo indica, os preparativos para o processo de seleção de novos concursados deverá acontecer em breve, já que a validade do último concurso público do órgão, com início em 2013, teve o seu encerramento no dia 25 de abril de 2018.




Após esse, o TRF 3ª somente realizou outro certame no ano de 2015. Porém, esse foi designado somente para algumas áreas específicas para analistas e técnicos.

Por isso, apesar de não terem sido confirmadas ainda as vagas e os cargos da nova seleção, a tendência é que essa seja voltada para opções similares daquele realizado em 2013, com oportunidades na carreira de analista judiciário e técnico para quem possui a formação em nível superior e médio.

Entre as principais áreas que tendem a ser oferecidas estão: técnico judiciário para área administrativa, com a necessidade de ensino médio; analista judiciário em área judiciária, para formados em Direito; e analista judiciário para área administrativa, para pessoas com formação em nível superior em área livre.

Em relação às remunerações iniciais, essas são atualmente de R$ 12.374,34 para os analistas e de R$ 7.887,24 para técnicos. Além disso, é oferecido ainda um auxílio para alimentação mensal no valor de R$ 884.

Sobre o último concurso do TRF 3ª

Foram oferecidas no concurso de 2013 um total de 260 vagas, sendo dessas 135 para técnicos e 125 para analistas. A distribuição ficou da seguinte forma: 15 vagas para o Mato Grosso do Sul, 50 para o interior de São Paulo e 195 para a região metropolitana.

Sob organização da Fundação Carlos Chagas, a seleção de analistas foi destinada para as áreas judiciária, arquivologia, oficial de justiça, contador, biblioteconomia, engenharia mecânica, engenharia civil, informática, banco de dados, infraestrutura em informática, medicina (cardiologia, ortopedia, psiquiatria, psicologia do trabalho) e, por fim, serviço social.

Já para técnicos, a seleção foi destinada para as áreas administrativa, telecomunicações e eletricidade, segurança e transporte, enfermagem, contabilidade, segurança do trabalho e informática.

Kellen Kunz


Deixe seu comentário