Previsão do Novo Concurso da PC-MT 2018


  

Concurso está na fase de escolha da banca organizadora.

Tinha muita gente na expectativa que o novo concurso da PC-MT 2018 fosse ter o edital divulgado ainda no primeiro semestre deste ano, mas acabaram sendo surpreendidos com a informação de que os planos foram adiados. O edital para o concurso da Polícia Civil do Mato Grosso deverá ser lançado somente no segundo semestre desse ano e ainda não tem uma previsão de qual mês isto irá acontecer, por isso a dica é que todos continuem com os estudos, tomando como base os concursos já realizados.

A concorrência para o concurso da PC-MG deverá ser muito grande e com o adiamento do edital para o próximo semestre, muitos acabaram animando a fazer, pois terão mais prazo para se prepararem. Gustavo Garcia, que é o secretário de estado de Segurança Pública do Mato Grosso, informou que a intenção era publicar o edital no último mês de março, mas isso não foi possível por causa de uma série de problemas. E para o segundo semestre, não se sabe o mês certo para lançamento do edital porque ainda há várias dependências, entre elas a autorização do governador do estado, Pedro Taques e também é preciso definir a banca organizadora. Somente depois de resolver tudo isso é que poderá ter uma ideia de quando realmente as inscrições serão abertas.

Apesar de não ter sido definido ainda o número de vagas, acredita-se que ao menos 1.200 postos de trabalho sejam abertos, sendo a metade dos contratados para o cargo de Escrivão e a outra metade será para Investigador. Somente candidatos com nível superior, independente da área, poderão se inscrever, independente do cargo escolhido.

Os dois cargos deverão oferecer remuneração inicial de R$ 5.310,83 mais os benefícios, que até o momento não foram informados quais serão. Outra exigência para este concurso é que os candidatos ao cargo de Investigador tenham carteira de habilitação nas categorias C ou D e para ambas as vagas a carga horária é de 40 horas semanais.




Para o cargo de Escrivão, os candidatos selecionados deverão ficar responsáveis por uma série de funções, como recolhimento de dados e análise dos mesmos para as investigações policiais, cumprir os despachos e portarias que forem registradas, lavrar atos procedimentais, expedir intimações, entre outras tarefas. No caso dos Investigadores, estes irão atuar, na falta de uma autoridade policial, encaminhando para os procedimentos policiais das tarefas não privativas, fazer notificações e intimações, executar projetos, cuidar da reorganização na área policial, além de realizar prisões em flagrante, entre outras funções.

O último concurso realizado para polícia civil do Mato Grosso, foi em 2013, tendo sido organizado pela Funcab e foram duas etapas, sendo que na primeira os candidatos realizaram as provas objetivas, para a vaga de escrivão teve prova de digitação e os candidatos ainda passaram pelos exames de saúde, testes de aptidão física, foi feita a avaliação psicológica e por fim a investigação social. A etapa seguinte foi um curso de formação profissional para todos os candidatos aprovados na primeira fase.

A etapa objetiva do último concurso teve 70 questões de múltipla escolha e deste total, 15 eram de língua portuguesa, 10 sobre conhecimentos gerais e 45 relacionadas a conhecimentos específicos. Entre as 10 questões de conhecimentos gerais, 2 eram sobre ética e filosofia, 4 a respeito de atualidades e 4 de história e geografia do estado do Mato Grosso. Em relação às 45 questões de conhecimentos específicos, os candidatos tiveram que responder a 5 perguntas sobre noções de informática, 6 eram sobre noções de direito administrativo, 6 de direito constitucional, 6 sobre organização e também a respeito do estatuto da Polícia Judiciária Civil do estado, 12 questões eram de direito penal e 10 sobre direito processual penal.

Por Russel


Leave your comment