Novo Concurso do TJ-AM 2018 tem Comissão Formada


  

Certame deverá ter vagas para todos os níveis de escolaridade.

Quem se encontra na expectativa de novas informações sobre o novo concurso público do Tribunal de Justiça do estado do Amazonas, acabam de ser divulgadas novas informações que apontam que a organização do concurso já se encontra em andamento e em breve o edital de abertura deve ser publicado.

A notícia foi anunciada depois que o desembargador Yedo Simões de Oliveira, nomeado recentemente como presidente do TJ/AM, em uma solenidade em que tomava posse, que foi realizada no dia 04 do mês de julho, anunciou oficialmente a realização deste novo concurso.

De acordo com as palavras do presidente, as primeiras medidas para a realização do certame já se encontram em andamento.

Já no dia 05 de julho foi publicado no Diário Oficial o documento com os nomes do membros eleitos para fazerem parte da comissão que se encarregará de realizar o concurso.

Uma primeira reunião já foi realizada pela comissão na última terça-feira, dia 10.

Ainda não se pode afirmar o quantitativo de vagas a serem disponibilizadas neste concurso, contudo, já foi adiantado que haverá vagas para cargos que exigem variados níveis de formação, desde ensino fundamental, até ensino de nível superior. Além disso, as vagas serão para lotação imediata e também para a composição do cadastro de reserva.

Haverá um estudo para que a comissão possa indicar o número de vagas que devem ser ofertadas, tanto para atuação na capital quanto para o interior do estado.




A comissão também deve estudar as disponibilidades de orçamento para que o concurso seja realizado, para que a partir destes dados um projeto seja elaborado.

A comissão é composta por Yedo Simões que a preside e os demais membros que são Alexandre Henrique de Araújo, Messias Augusto Belchior Andrade, Cyntia Kazuko, Wiulla Garcia, Mauro Saraiva, Eduardo Martins,Camila Leite e Hernan Batalha. Todos servidores do Tribunal de Justiça.

O último concurso público realizado pelo Tribunal de Justiça do estado aconteceu no ano de 2015. Na época foram ofertadas para a concorrência um total de 51 vagas, todas para a função de Notário de cartório. Poderiam concorrer ao cargo pessoas com formação completa de nível superior em direito ou pessoas com dez anos de experiência nesta mesma função.

Antes deste concurso do ano de 2015 foi realizado um outro processo de seleção de novos servidores no ano de 2013. Neste certame foram disponibilizadas um total de 300 oportunidades para vários cargos do órgão, em que pessoas com diferentes níveis de formação poderiam se inscrever. Também houve formação de cadastro de reserva. De acordo com o edital, a empresa contratada para organizar o certame foi a renomada FGV, que é a Fundação Getúlio Vargas.

Em relação ao concurso deste ano, a expectativa é de que ele possa ser realizado neste segundo semestre de 2018, para que os aprovados sejam empossados em seus cargos já no início do ano de 2019.

Assim, agora que a comissão já está formada, o edital de abertura com todas as informações sobre o concurso já deve ser produzido, mas antes de ser publicado a empresa que se encarregará da organização e execução do certame deve ser contratada. Se a contratação for feita de modo direto, o processo de organização tende a ser mais rápido. Contudo, se a contratação da banca for realizada por meio de processo licitatório, este passo deve demandar um tempo maior para que o edital de abertura seja publicado e o período para realização das inscrições seja aberto.

De toda forma, o importante é que o novo concurso do Tribunal de Justiça do Amazonas está com sua organização em andamento. Assim, os interessados já devem ficar atentos aos seguintes passos e desse modo se prepararem para a sua realização.

Ana Paula


Leave your comment