Concurso TJ MG 2018 – Inscrições Abertas


  

Certame oferta 92 vagas, sendo 30 para remoção e 62 para o critério de ingresso por provimento.

Estão abertas as inscrições para o concurso público do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJ – MG), para a outorga de Delações e Notas e de Registros.

Das 92 vagas, 30 são para remoção e 62 para o critério de ingresso por provimento.

As vagas são para as seguintes cidades: Coração de Jesus; Três Marias; Uberaba; Corinto; Córrego Novo; Campo Belo; Campos Gerais; Socorro; Tombos; Torneiros; Capelinha; Rio Piracicaba; Santa Rita de Ouro Preto; Santa Rita do Ituêto; Pedra Azul; Pedralva; Rio Pomba; Rochedo de Minas; Felicina; Francisco; Caeté; Manhumirim; Matias Cardoso; Matozinhos; Medina; Miradouro; Mutum; Natalândia; Nova Serrana; Calixto; Carmésia; Francisco Dumont; São José da Varginha; Novo Cruzeiro; Pé do Morro; Cláudio; Espinosa; Francisco Sá; Galiléia; Grão Mogol; Ibirité; Itabirito; Itamonte; Itanhomi; Itumirim; São Pedro do Avaí; Abre Campo; Alberto Isaacson; Padre Brito; Comendador Gomes; Costas; Paineiras; Buarque de Macedo; Cachoeira de Minas; Alvinópolis; Bambuí; São João do Paraíso; São José da Lapa; Doutor Lund; Dumont; Espera Feliz; Belmiro Braga; Jabuticatubas; Lambari; Lapinha; Belo Horizonte; Poções de Paineiras; Perdizes; Perpétuo; Reduto; São Gotardo; São João da Ponte; Serra Bonita; Silvianópolis; Três Corações; Uberlândia; Ponte Nova; Conceição das Pedras; Riacho dos Machados; Sacramento; Coqueiral; Bocaina de Minas; Perpétuo Socorro; Pirapetinga; Pontevila; Bocaiúva; Carmo de Minas; Vespasiano e Vista Alegre.

Requisitos para poder concorrer às vagas

Interessados no concurso de provimento devem possuir nacionalidade brasileira; estar em exercício pleno dos direitos políticos e civis; no caso de sexo masculino, estar quite com as obrigações do serviço militar; ter aptidão física e mental para exercer a função; não possuir antecedentes criminais e cíveis; ser bacharel em Direito ou ter pelo menos 10 anos de exercício de função.

Já os interessados nas vagas de remoção devem estar no exercício da titularidade de outra delegação, de notas ou de registro, no Estado de Minas Gerais, por pelo menos dois anos; permanecer no exercício da titularidade de outra delegação até a data da outorga e comprovar conduta condigna para o exercício da atividade delegada.

Inscrições

Interessados podem se inscrever no período de 9h do dia 17 de maio de 2018 às 16h do dia 15 de junho de 2018. A taxa de inscrição é de R$ 250 e pode ser quitada até o dia 18 de junho de 2018.

As inscrições deverão ser realizadas exclusivamente pela Internet, no o endereço eletrônico www.consulplan.net, no local correspondente às inscrições do Concurso Público, de Provas e Títulos, para a Outorga de Delegações de Notas e de Registro do Estado de Minas Gerais – Edital nº 1/2018.

Para realizar a inscrição é necessário ler o edital, preencher a ficha no site informado, gerar e imprimir o boleto bancário para pagamento da taxa de inscrição; efetuar o pagamento até o dia 18 de junho de 2018, em qualquer banco.

Todos os inscritos serão submetidos a:




a) Prova Objetiva de Seleção;

b) Prova Escrita e Prática;

c) Comprovação dos Requisitos para Outorga de Delegações;

d) Prova Oral;

e) Exame de Títulos.

A Prova Objetiva de Seleção do o concurso público do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais será realizada no dia 25 de agosto de 2018, em Belo Horizonte/MG, para o critério de remoção.

Já o concurso público do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais para o critério de provimento terá a prova realizada no dia 26 de agosto de 2018.

Durante a prova serão cobrados temas como Direito Administrativo, Direito Tributário, Direito Constitucional, Direito Civil, Registros Públicos, Direito Processual Civil, Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito Comercial e Conhecimentos Gerais. A prova terá duração máxima de cinco horas.

O gabarito oficial será liberado dois dias após a prova, no Diário do Judiciário eletrônico, eletrônicos www.tjmg.jus.br e www.consulplan.net.

Por Milena Godoy


Deixe seu comentário