Concurso DPE-AM 2018 – Organizadora Definida


  

Seleção irá oferecer 30 vagas para Defensor.

Para quem concluiu o curso de Direito, mora no estado do Amazonas e está pensando em fazer uma grande carreira neste campo, a Defensoria Pública do Estado (DPE) anunciou nesta segunda-feira, dia 13 de novembro, que estará abrindo vagas para a seleção de novos defensores para o órgão.

O concurso traz a garantia para os novos postulantes de uma carreira sólida, com um grau muito bom de estabilidade e a certeza de um bom salário para quem busca tranquilidade no campo profissional.

Uma das mais marcantes características deste cargo é a sua notável deficiência de profissionais atuantes no cargo. Por sinal, a falta de defensores públicos dentro do Poder Judiciário é uma questão que afeta vários estados brasileiros.

Na atualidade, a demanda por estes tipos de profissionais tem apresentado um comportamento crescente, visto que o número de pessoas sem condições econômicas suficientes para a contratação de um advogado que procuram a Justiça para buscar a resolução de alguma questão jurídica tem sido cada vez maior.

De acordo com o defensor do estado, Rafael Barbosa, o órgão já teria até escolhido qual a responsável pela aplicação das provas. Seria a Fundação Carlos Chagas.

Ainda sem uma confirmação oficial, visto que ainda não existe uma data programada para a publicação do Edital, a expectativa é que deverão ser ofertadas entre 20 e 30 vagas.

O que se tem publicado sobre o concurso é a definição de como deverão ser feitas as etapas de seleção do concurso.

Ela deverá ser feita em cinco etapas. São elas: uma fase objetiva, uma subjetiva, uma fase dissertativa, uma etapa oral e por último uma análise dos títulos do candidato. Sem confirmação ainda, mas talvez deverá ser feita também uma investigação sobre a vida pregressa dos candidatos.




Para quem está interessado no cargo e pensa em se preparar, um das opções seria estudar pelas questões aplicadas no último concurso que foi realizado em 2012. Nesta última seleção, foram ofertadas 35 vagas e a responsável pela aplicação das provas foi também a Fundação Carlos Chagas.

Para quem se interessa também no valor da remuneração inicial de um defensor público no estado do Amazonas, no último concurso, o valor inicial do salário foi superior a R$ 12.200,00.

Além da exigência de ser portador de um diploma de curso superior em Direito, os candidatos deverão comprovar, no ato da inscrição, uma experiência de cerca de dois anos em um escritório de advocacia.

De antemão, embora não se saiba maiores detalhes sobre o concurso, já se sabe que a taxa de inscrição deverá ser de R$ 200,00.

Com a expectativa de que o anúncio do edital poderá sair nos próximos meses, a resolução publicada no dia 19 de outubro de 2017 determina que concurso deverá constar de questões de múltipla escolha (100) sobre várias áreas do Direito: Constitucional, Administrativo, Penal, Direito Civil, Direito Processual Penal, Direito Processual Civil, Lei da Execuções Penais, dentre outras.

A resolução determinou ainda que deverão ser abordados os seguintes temas considerados bastante atuais e que fazem parte da rotina de um Defensor Público: Direito da Criança e do Adolescente, Direito do Consumidor, Direito do Idoso e Direito Empresarial.

Portanto, para quem é iniciante na carreira jurídica e já atua na área há pelo menos dois anos, esta é uma boa oportunidade para se ingressar numa carreira estável, que traz uma boa remuneração e uma segurança de emprego suficiente que poderá garantir uma boa aposentadoria, principalmente para quem gosta da área jurídica.

Caso você esteja interessado, então é bom ir se preparando para encarar uma maratona muito pesada de estudo e avaliação, mas que deverá garantir uma grande tranquilidade no futuro.

Emmanoel Gomes


Deixe seu comentário