TRT-BA deve realizar Novo Concurso em 2018


  

Seleção deverá ofertar vagas para Técnico Judiciário nas áreas de Contabilidade e Segurança.

Caso você estude para concursos de tribunais, confira aqui notícias importantes sobre o próximo certame do Tribunal Regional da 5ª Região (TRT-BA).

Desde o mês de maio de 2017 foi designada a comissão responsável pelo concurso. O projeto básico da comissão deve ser finalizado em breve. Em seguida, será iniciada a escolha da banca organizadora do processo seletivo. Depois da realização dessas etapas, serão informadas as datas de lançamento do edital e de abertura das inscrições.

O TRT-BA pretende realizar o certame em 2017 para preencher os cargos de técnico judiciário das seguintes áreas: contabilidade e segurança. Para concorrer a essas vagas os candidatos devem ter escolaridade de nível médio. A remuneração oferecida para os iniciantes na carreira é de R$ 6.818,15.

No que diz respeito ao provimento para analista judiciário, o órgão pretende realizar o concurso apenas em 2018, pois é quando encerra a validade do anterior. O valor do salário para esse posto é de R$ 10.620,24.

A boa notícia é que há reajustes previstos para até o ano de 2019. Assim, a remuneração de técnico pode chegar até R$ 8.475,36 e a de analista vai para R$ 13.339,30, já com o benefício de vale alimentação e gratificação de atividade jurídica.




O último concurso do tribunal ocorreu em 2013 e foi organizado pela Fundação Carlos Chagas (FCC). Na oportunidade, foram oferecidas 14 vagas para as funções de analista e técnico judiciários. Também houve vagas exclusivas para pessoas com necessidades especiais (PNE).

Confira as áreas com vagas disponíveis na última seleção: administrativa e tecnologia da informação para técnico. Já para o cargo de analista as especialidades foram as seguintes: oficial de justiça avaliados, arquitetura, contabilidade, engenharia de segurança do trabalho, judiciária, arquivologia, enfermagem, biblioteconomia, engenharia civil, medicina do trabalho, serviço social, medicina, estatística, engenharia elétrica, odontologia, entre outras.

Na ocasião, os concorrentes responderam, em 4h30, a 60 quesitos da prova objetiva, sendo 20 sobre conhecimentos básicos e 40 questões de conhecimentos específicos. Além disso, houve aplicação de prova discursiva. Ambas as etapas foram de caráter eliminatório e classificatório e a aplicação ocorreu na capital Salvador.

Os aprovados serão contratados pelo regime estatutário e poderão ter direito à estabilidade.

Melisse V.


Deixe seu comentário