Certame tem previsão de abrir 100 vagas para a função de Procurador do Estado Nível I.

Um dos trabalhos que mais trazem segurança para qualquer profissional são os empregos conseguidos através de concursos públicos. Pois, são postos de trabalho que pagam um salário muito bom, oferecem diferentes benefícios e muitas outras vantagens para quem consegue uma colocação. Devido a isso, a cada anúncio de um novo concurso público em qual órgão que seja, o número de inscrições é bem alto. E uma das organizações que está organizando este tipo de processo seletivo é a Procuradoria Geral do Estado de São Paulo, a PGE SP. A oportunidade visa ofertar vagas de emprego para advogados. Para saber as informações a respeito desse processo admissional, leia o texto abaixo.

A Procuradoria Geral do Estado de São Paulo, PGE SP, já tinha anunciado há alguns meses que iria realizar um concurso público no final do ano de 2017 ou início de 2018 para a contratação de novos profissionais para aumentar o seu quadro de funcionários. Visto que muitos profissionais estão saindo do órgão, devido a diferentes motivos, como: a aposentadoria, o vencimento dos concursos anteriores, dentre outros motivos. E para que a PGE de SP não perca a sua mão de obra que oferece um serviço de qualidade para a população em geral, a realização de um novo processo seletivo é de extrema importância. Como a organização deste concurso público ainda está na fase inicial, não se têm editais ou outros documentos publicados e divulgados. Entretanto, algumas informações já foram divulgadas, entre elas que a Procuradoria Geral do Estado de São Paulo vai oferecer cerca de 100 vagas para a função de Procurador do Estado Nível I, sendo todas as oportunidades para profissionais formados no curso superior de Direito.

Outra informação divulgada é que o salário para esta função deve ter o valor inicial de R$ 22.000,00.

Acredita-se que o edital deve ser divulgado até o final do mês de novembro ou no início do mês de dezembro e logo em seguida deve ser aberto o período de inscrição dos candidatos.

É comum que todas as organizações que realizam concursos públicos para a contratação de novos profissionais, estabeleçam pré-requisitos para a inscrição dos candidatos, e que os interessados as atendam, pois, do contrário, em caso de aprovação eles podem ser desclassificados.




Conheça agora mesmo alguns pré-requisitos para o processo seletivo da Procuradoria Geral do Estado de São Paulo: o candidato precisa ser maior de 18 anos, ser naturalizado brasileiro, não possuir nenhum tipo de pendência seja ela política, eleitoral ou militar (para os candidatos homens), possuir bons antecedentes criminais, não ter nenhuma pendência com a justiça, o candidato precisa comprovar que está apto para realizar as funções e claro passar em todas as etapas do processo adicional. Lembrando mais uma vez que é extrema importância que o candidato tenha o diploma de Direito emitido por alguma instituição brasileira de ensino superior.

Não foram divulgadas informações se os candidatos vão ter direito a benefícios e se forem, quais são esses benefícios. Também não foi informado quando e onde serão realizadas as provas, o valor da taxa de inscrição, se há cotas neste concurso público e nem qual banca vai realizar o concurso.

Esse tipo de exame, na grande maioria das vezes, segue um tipo de padrão. O último concurso público da Procuradoria Geral do Estado de São Paulo, realizado no ano de 2012, contou com as seguintes etapas: prova objetiva e prova discursiva. No teste objetivo o candidato foi submetido a 90 perguntas, sobre os seguintes conteúdos: direito empresarial público, direito econômico, direito financeiro, direito do trabalho, direito processual do trabalho, direito tributário, direito ambiental, direito de pessoal e previdenciário público, direito administrativo, direito civil, direito processual civil e direito constitucional. Já no exame discursivo os candidatos tiveram que responder na primeira parte peça processual contendo os seguintes temas: direito processual do trabalho, direito do trabalho, direito ambiental, direito civil e direito processual civil. Já a segunda parte contava com as seguintes matérias: direito empresarial público, direito econômico, direito financeiro, direito tributário, direito de pessoal e previdenciário público, direito administrativo e direito constitucional. Então isso é uma boa maneira de você saber o que vai ser cobrado e, claro, se preparar.

Para saber mais informações a respeito desse processo seletivo, acesse o site da Procuradoria Geral do Estado de São Paulo: www.pge.sp.gov.br.

Por Isabela Castro


Leave your comment