Concurso Previsto do Ministério da Fazenda em 2018


  

Ministério da Fazenda fez o pedido para a realização de um concurso em 2018 para o preenchimento de 290 vagas.

Quem tem o desejo de ingressar na carreira fazendária e ser contratado pelo regime estatutário pode conferir aqui uma importante notícia. O Ministério da Fazenda encaminhou um pedido ao Ministério do Planejamento referente à realização de concurso público para o órgão da Superintendência de Seguros Privado (Susep).

Há solicitação de cerca de 290 vagas, sendo 50 para a função de agente executivo e 240 para o cargo de analista. A remuneração varia entre R$ 6.800,15 para o cargo de nível médio e R$ 17.391,64, para o de nível superior. Ambos os valores já contemplam o benefício de auxílio alimentação.

O próximo passo é aguardar a aprovação por parte do Ministério do Planejamento, que analisa o pedido em virtude da elaboração da proposta orçamentária de 2018. A Susep se empenha para que o requerimento seja autorizado e incluído na lei orçamentária anual (LOA) de 2018.

No ano de 2016, o órgão já havia enviado solicitação ao Planejamento para realizar o certame, com 70 vagas, sendo 30 para analista técnico e 40 para agente executivo. Contudo, não foi aprovada.

O último concurso realizado pela Susep ocorreu em 2010 para analista técnico. As áreas com vagas disponíveis foram: tecnologia da informação, controle e fiscalização, atuaria e administração e finanças. As chances disponíveis foram para os seguintes estados: São Paulo, Rio Grande do Sul e, principalmente, Rio de Janeiro, onde fica a sede da autarquia.

Confira as disciplinas cobradas comuns a todas as áreas: legislação básica, direito administrativo, português, direito constitucional, inglês e raciocínio lógico quantitativo. Além das duas provas objetivas, de caráter seletivo, eliminatório e classificatório, os candidatos realizaram prova discursiva, valendo no máximo 100 pontos.




A banca responsável pela organização também foi a Escola de Administração Fazendária (Esaf) na seleção de 2006.

Em 2010 foram oferecidas 138 vagas para profissionais com nível superior em qualquer área de atuação. Naquela seleção, a inscrição custou R$ 130.

Já em 2006 a seleção ofertou 46 vagas para agente executivo.

Veja quais matérias foram cobradas no edital: matemática, português, direito administrativo, informática, contabilidade e técnica do seguro e resseguro.

Saiba quais são as principais atribuições do analista técnico: fiscalizar, controlar e orientar, administrar e gerenciar o parque computacional, realizar estudos atuariais, entre outras tarefas.

Aproveite a chance e inicie sua preparação rumo à estabilidade.

Por Melisse V.


Deixe seu comentário