Concurso PM-TO 2018 – Banca Organizadora em Definição


  

Seleção deverá oferecer vagas para soldado e oficial.

No Estado do Tocantins, um novo concurso público está prestes a ser oficializado. Ainda há alguns procedimentos que precisam ser definidos, entre eles a banca organizadora. Trata-se do Concurso Público promovido pela corporação da Polícia Militar do Tocantins, PM-TO. Serão em torno de 1.000 oportunidades de vagas destinadas à carreira de soldado e mais 40 vagas para o cargo de oficial. Podem participar deste certame pessoas que possuam escolaridade em nível médio e nível superior de ensino. Os interessados em se inscrever para este próximo processo seletivo precisam estar atentos às notícias, pois a data de sua efetivação, embora não anunciada, está chegando perto. A finalização do processo de licitação vai determinar a instituição encarregada de organizar este novo concurso público do Estado do Tocantins. Portanto, no presente momento, a informação divulgada é a de que a instituição AOCP está escalada entre as melhores para levar a diante o processo de seleção.

Todo este processo de homologação é complexo, mesmo na falta de recursos, sendo, portanto, necessária uma licitação que seja validada, possibilitando o início dos devidos trâmites com assinaturas de contratos que estabeleçam o acordo com a instituição organizadora.

Assim, as pessoas interessadas em se candidatar poderão nutrir uma boa expectativa de que este edital do concurso da Polícia Militar estará munido de 1.040 vagas, cuja publicação está próxima; provavelmente seja publicado no final deste mesmo ano de 2017. Entretanto, devido ao processo um tanto burocrático que envolve os recursos públicos, é muito mais provável que o edital seja publicado no início de 2018. De acordo com informações oriundas do gabinete do governador do Estado de Tocantins, existe a demanda, urgente de um maior efetivo de policiamento nas ruas, ou seja, há necessidade de aumentar a quantidade de policiais patrulhando as ruas, as cidades, bairros, sendo que já foi determinada a aceleração do processo de validação do certame no sentido de iniciar o concurso público da Polícia Militar daquele Estado.

A distribuição das vagas entre os cargos está organizada segundo o seguinte critério: são 1.040 vagas ofertadas como oportunidades de carreiras por meio deste concurso da PM-TO. São 1.000 vagas destinadas ao cargo de soldado, e neste caso serão distribuídas em 900 vagas reservadas para homens e 100 vagas reservadas para mulheres. Por fim, são 40 vagas destinadas ao cargo de oficial, distribuídas em 36 vagas reservadas para homens e quatro vagas destinadas às mulheres.




Para concorrer à função de soldado é obrigatório possuir ensino médio concluído, ou seja, estar entre as idades de 18 e 30 anos, sendo que o critério para a altura é de, no mínimo, de 1,63m para candidatos do sexo masculino e 1,60m para candidatos do sexo feminino; outra exigência está no devido cumprimento das obrigações militares, deveres civis e deveres eleitorais e o último requisito cobrado está na exigência do porte da carteira nacional de habilitação, CNH, pelo menos na categoria B.

Em relação ao cargo de oficial, é necessário que o candidato profissional possua diploma de graduação em ensino superior, já que esta função exige formação em cursos universitários, cujo certificado tenha sido conferido por qualquer instituição com reconhecimento no Ministério da Educação e Cultura. MEC.

Este processo seletivo está entre os mais concorridos devido à urgência de contingente e as carreiras a serem conquistadas. De acordo com informações angariadas no concurso passado, a prova contou com questões objetivas, sendo que os candidatos se debruçaram em perguntas versando sobre matéria de língua portuguesa; sobre matéria de raciocínio lógico; matéria de atualidades; matéria em conhecimentos regionais; em questões sobre noções de direito, noções de informática e relacionadas ao assunto específico da PM-TO.

Paulo Henrique dos Santos


Leave your comment