Concurso Ministério da Educação 2018 – Previsão do certame


  

Ministério da Educação tem previsão de realizar um novo concurso público para a contratação de pessoal no ano de 2018.

Não é novidade para ninguém que a crise sistêmica pela qual o país passa nos dias de hoje é fruto de problemas políticos que tiveram início em 2015. Com agravamento do cenário político foi questão de tempo para que inúmeras empresas de pequeno, médio e grande porte tivessem que fechar as suas portas. Sendo assim, o resultado dessa desventura em série pode ser percebido na estatística atual de 14 milhões de brasileiros sem emprego fixo.

O desemprego fez com que muitas pessoas idealizassem um emprego melhor, que fosse mais estável e, de certa forma, oferecesse mais conforto e como no Brasil a prosperidade só acontece de forma honesta se o brasileiro estudar e trabalhar arduamente, muitas pessoas veem nos concursos públicos a oportunidade de melhorar as condições de emprego.

Sendo assim, os concurseiros de plantão já devem estar sabendo do concurso a ser realizado pelo Ministério da Educação que acontecerá em 2018.

Não foi divulgado ainda o nome da banca organizadora, contudo, espera-se que seja a mesma dos anos anteriores.




Por isso, os interessados devem ficar sempre atentos a notificações como essas, pois mesmo que a prova não seja a mesma e nem possua os mesmos conteúdos, com a prática é possível ajustar-se ao modelo da avaliação e no grande dia não haverá muitas surpresas com relação ao tipo de prova.

Quanto aos conteúdos a serem estudados, estes variam de acordo com a função, como a exigência de conhecimentos específicos. Entretanto, no geral, a prova é formada pelos conteúdos de matemática, português e conhecimentos gerais (muito voltado para atualidades em esfera nacional e global) que estão distribuídas em 90 questões que podem ser resolvidas em um período de 4h30.

O concurso acontecerá na cidade de Brasília no início do mês de maio. É importante saber que uma semana antes será divulgado o local da prova. Dessa forma, é aconselhável que o estudante visite o local antes para que não tenha surpresas desagradáveis.

As remunerações podem variar de acordo com o nível de escolaridade. Desse modo, não basta ser aprovado no processo seletivo, é necessário também provar experiência e diplomas relacionados à área de escolha do candidato.

Por Sirlene Montes


Deixe seu comentário