Concurso do MTE – Previsão de realização em 2018


  

MTE pretende preencher 2.595 vagas em diversos cargos em seu novo concurso.

O Ministério do Trabalho e Emprego já enviou solicitação ao Ministério do Planejamento, pleiteando a autorização para realização de concurso público para o ano de 2018, com a oferta de 2.595 vagas para funções e diversos cargos de níveis médio e superior, com salários que poderão chegar a R$16.201,64, iniciais, já com benefícios.

É uma excelente notícia para todos aqueles que pretendem ingressar no concorrido corpo de pessoal do MTE (Ministério do Trabalho), assim como para concurseiros de todo o Brasil que buscam ofertas de vagas com altos salários.

O Ministério do Trabalho também informou que já enviou, ainda no dia 25 de maio, o pedido ao MPOG (Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão) e que em breve notícias mais exatas serão divulgadas.

Sobre as vagas

Deverão ser 2.595 vagas distribuídas da seguinte forma:

  • Agente Administrativo (Ensino Médio): 1.163 vagas disponibilizadas
  • Auditor Fiscal do Trabalho (Nível Superior): 1.432 vagas disponibilizadas
  • Administrador (Nível Superior): 85 vagas disponibilizadas
  • Arquivista (Nível Superior): 34 vagas disponibilizadas
  • Contador (Nível Superior): 54 vagas disponibilizadas
  • Engenheiro (Nível Superior): 5 vagas
  • Estatístico (Nível Superior): 5 vagas
  • Sociólogo (Nível Superior): 3 vagas
  • Psicólogo (Nível Superior): 26 vagas
  • Técnico em Assuntos Educacionais (Nível Superior): 10 vagas
  • Técnico em Comunicação Social (Nível Superior): 10 vagas
  • Economista (Nível Superior): 12 vagas

Salários

Deverão ser apenas dois níveis de salários, um para o nível médio e o outro para todos os cargos e formações em nível superior:

  • Ensino Médio: R$3.881,97 (considerando o valor do auxílio-alimentação: R$458,00)
  • Nível Superior: R$16.201,64 (considerando os benefícios)

Atribuições dos cargos




Para o cargo de agente administrativo será a principal atribuição: exercer atividades que darão suporte de forma administrativa a outras unidades organizacionais do órgão, atuando em diversas áreas.

No cargo de auditor fiscal, este terá entre as suas atividades o cumprimento das disposições legais e regulamentares com relação à Medicina do Trabalho e Segurança, isto, no que tange as relações de trabalho e emprego, com verificação de registros corretos na CTPS (Carteira de Trabalho e Previdência Social), tendo em vista a redução nos índices de informalidade apresentados.

Portanto, para aqueles interessados nas vagas é importante que fiquem atentos às próximas notícias!

Bons estudos, boa sorte!

Por Silvano Andriotti


Deixe seu comentário