Concurso do IPHAN tem previsão de acontecer em 2018


  

IPHAN solicitou ao MPDG a autorização para realizar um novo concurso em 2018. A previsão é que sejam ofertadas vagas para os cargos de técnico, analista e auxiliar institucional.

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) recentemente solicitou ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) autorização para realizar seu próximo concurso público. Se você tem interesse nesse certame, confira novidades aqui.

Caso haja autorização para o processo seletivo, o IPHAN poderá realizar o concurso já no ano de 2018. O objetivo é preencher cerca de 415 vagas para cargos de escolaridade de nível médio e superior. Confira quais são as funções: técnico, analista e auxiliar institucional.

O último concurso do IPHAN foi realizado no ano de 2009. Naquela oportunidade, foram oferecidas 187 vagas para os seguintes cargos de nível médio e técnico, respectivamente, Auxiliar Institucional Administrativo e Técnico em Edificações.

Já quem tinha curso superior completo pode concorrer para as seguintes áreas: conservação e restauração de bens culturais, arquitetura e urbanismo, museologia, engenharia civil, biblioteconomia, arqueologia, arquivologia, antropologia, planejamento e gestão, história da arte, história, contabilidade, educação e tecnologia da informação.

Na ocasião, a instituição responsável pela organização do concurso foi a Fundação Universa. A remuneração ofertada variava entre R$ 2.274,42 e R$ 3.257,22. As fases da seleção foram: provas objetivas, discursivas e avaliação de título e comprovação de experiência, exclusivamente para cargos de nível superior, As provas foram aplicadas nas 27 capitais do país. As taxas de inscrição custaram R$ 32 e R$ 67. Mas quem estava inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), pode solicitar isenção. Mais de 36 mil pessoas se inscreveram.




A jornada de trabalho corresponde a 40 horas na semana.

Confira as disciplinas cobradas como conhecimentos básicos para os cargos de analista: português, inglês, gestão pública, raciocínio lógico, direito administrativo, gestão do patrimônio cultural e direito constitucional.

Quem for aprovado será contratado pela Lei nº 8.112/1990, que dá direito à estabilidade.

Quando for autorizado pelo MPDG, o órgão iniciará o processo de escolha da banca organizadora do certame.

O IPHAN possui superintendências em cada estado do Brasil. Além disso, conta com 31 escritórios e 4 unidades especiais, sendo 3 no estado do Rio de Janeiro e uma em Brasília. A administração central fica situada no Rio de Janeiro. Por esse motivo, há expectativa de mais vagas para essa localidade.

Por Melisse V.


Deixe seu comentário