Concurso dos Correios 2018 em Breve


  

Certame terá vagas para cargos de Nível Médio, Técnico e Superior de ensino.

Os Correios são uma empresa pública responsável pela circulação de cartas, correspondências e quaisquer materiais que precisam chegar a pessoas de forma física. Sua missão é conectar pessoas, instituições e negócios através de soluções de ordem logística que sejam acessíveis, competitivas e confiáveis, segundo o portal dos Correios (www.correios.com.br/sobre-correios/a-empresa/quem-somos).

Sua história remete ao ano de 1663, quando Luiz Gomes da Matta Neto foi nomeado o Correio-Mor do Reino de Portugal no Brasil. De lá até os dias atuais, diversas transformações foram construindo a grande instituição que é hoje, com mais de 117 mil colaboradores espalhados por todos os estados da federação. E para fazer parte desse grande time, a contratação é feita por concurso público.

Atualmente, há o anúncio de publicação de edital para os cargos de Enfermeiro do Trabalho, Engenheiro de Segurança do Trabalho Júnior e Médico do Trabalho Junior. O nível de escolaridade é exigido superior completo e pode haver exigências para os candidatos de que possuam pós-graduação completa na área pretendida.

Haverá também provas para os cargos de Auxiliar de Enfermagem do Trabalho e Técnico de Segurança do Trabalho, para pessoas com ensino médio completo e curso técnico na área. Os salários variam de R$ 1.876,43 a R$ 4.903,05. Ainda não é possível saber o número de vagas disponibilizadas nem a lotação dos aprovados.

A banca escolhida foi o Iades (Instituto Americano de Desenvolvimento), porém, segundo os Correios, as providências para o lançamento do edital ainda não foram finalizadas. De acordo com alguns blogs especializados, existe grande pressão por conta do sindicato dos trabalhadores de Correios e Telégrafos para que o concurso saia, mais fortemente após o Programa de Demissão Voluntária encerrado em junho de 2017. As expectativas deste edital estão desde o anúncio de seu lançamento, desde maio do mesmo ano.




Outros cargos mais acessíveis, como Operador e Carteiro, ainda não têm previsão de sair edital, ainda mais com os recentes contingenciamentos de recursos pelo Governo Federal. No entanto, a falta desses profissionais já afeta os processos de trabalho dos Correios e atrasos na entrega de correspondências são sentidos em algumas localidades.

O último concurso dos Correios aconteceu em 2011, organizado pela banca Cespe/UnB (Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília), hoje denominada Cebraspe (Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos). Os cargos ofertados eram para profissionais graduados em: Administração, Direito, Sistemas de Informação e correlatos, Arquitetura, Serviço Social, Biblioteconomia, Ciências Contábeis, Economia, Engenharias (Civil, de Produção, Elétrica, de Segurança do Trabalho, Eletrônica, Mecânica e de Comunicações), Estatística, Museologia, Pedagogia, Psicologia, Arquivologia, Comércio Exterior, Desenho Industrial, Design Gráfico, História, Letras, Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Relações Públicas, Enfermagem, Medicina do Trabalho e Odontologia. Além destes, havia vagas também para Auxiliar de Enfermagem do Trabalho e Técnico em Segurança do Trabalho, que exigiam nível técnico de escolaridade.

As provas consistiam em 120 itens, sendo 50 de conhecimentos básicos (língua portuguesa, língua inglesa e administração pública) e 70 de conhecimentos específicos de cada cargo.

Mesmo não tendo previsão de quando o edital será lançado, não espere até a data do lançamento para começar a estudar. Se você é enfermeiro (a), médica (o) ou engenheira (o) de segurança do trabalho, analise o edital anterior e busque suas referências para começar os estudos. Um bom planejamento e o tempo extenso até as provas podem ser fatores que auxiliarão no seu desempenho. Além disso, pesquise no portal do Iades ou em outros sites especializados as provas anteriores, principalmente as correspondentes à sua área para que possa compreender como é o estilo da banca.

Aproveite e conquiste sua vaga como empregada ou empregado público dos Correios!

Por Mateus de Faria


Deixe seu comentário